TERROR: BANDIDOS EXPLODEM AGÊNCIA DO BRADESCO DE SALOÁ/PE NA MADRUGADA DE HOJE, QUARTA-FEIRA (11)

  • Publicado em Quarta, 11 Outubro 2017 04:51
  • Escrito por Saloá Notícias
Tamanho do texto:

assalto saloaA cidade de Saloá/PE, há 240 km do Recife, viveu mais uma madrugada de terror neste dia 11 de outubro de 2017. Bandidos fortemente armados explodiram a agência do Bradesco que fica na Praça São Vicente, no centro. As explosões (duas) foram tão fortes que os impactos foram percebidos em vários bairros da cidade. Pelas informações colhidas por testemunhas, cerca de 15 homens fortemente armados chegaram na cidade por volta das 3h da madrugada e instalaram bananas de dinamites nos caixas da agência com o objetivo de levar o dinheiro.

Enquanto uns estavam no Bradesco outros tentavam invadir a agência do Banco do Brasil que fica há pouco mais de 100 metros do Bradesco, inclusive disparando vários tiros. Como se vê nas fotos, os assaltantes quebraram os vidros da porta do Banco do Brasil mas por algum motivo desistiram da ação. Os moradores assustados ouviram muitos tiros e gritaria nas ruas, pois, os assaltantes intimidavam os moradores para não saírem de suas casas, mesmo sendo madrugada.

A ação criminosa durou pouco mais de 15 minutos, e, logo em seguida, os assaltantes empreenderam fuga em uma caminhoneta Hilux de cor prata e placa não identificada com destino ignorado. Vale lembrar que este mesmo Banco do Brasil foi alvo de explosão a pouco mais de um ano atrás. Na época os assaltantes não conseguiram levar dinheiro e foram mortos em uma troca de tiros com a PM. Ao que tudo indica, nesta ação de hoje eles também não conseguiram levar nenhuma quantia em dinheiro.

VEREADOR VALDIR LOPES É FEITO REFÉM: Na hora do crime, por volta de 3h e 15m, o vereador Valdir Lopes (PRTB) que é comerciante, estavam indo em direção ao centro em seu caminhão baú que é utilizado para transportar suas mercadorias, momento em que foi surpreendido pelos meliantes e feito refém. Eles mandaram Valdir descer do carro e o fizeram tirar as roupas e ficar em pé no meio da rua servindo como escudo humano, caso houvesse alguma ação policial naquele momento.

Há relatos que outras pessoas que estavam chegando em Saloá para montar suas barracas na feira livre, que acontece nas quartas, foram feitas reféns também. Depois de alguns minutos das explosões, vários carros da Polícia Militar chegaram ao local com dezenas de policiais e começaram a fazer as primeiras diligências no sentido de capturar os assaltantes. Até o presente momento ninguém foi preso e as buscas continuam. O caso agora será investigado pela Polícia Civil. Créditos das fotos: Blog Saloá Notícias